Rua Antônio Soares Leitão, 84 | Campolim | Sorocaba | (15) 32117078 e (15) 32117079
Guru do Fitness

Nascido em 1883, na Alemanha. Seu pai um premiado ginasta de descendência grega, sua mãe uma Naturopata que acreditava no princípio da auto cura do corpo, sem uso de remédios. A filosofia de cura da mãe e as aquisições físicas do pai influenciaram nas idéias de Pilates para exercícios terapêuticos.

Pilates foi uma criança doente e frágil. Sofria de raquitismo, asma e febre reumática. Por ter um perfil fraco era constantemente alvo de gozação na escola. Diante disso ele dedicou sua vida para melhorar a saúde e força. Focava-se em técnicas respiratórias a fim de melhorar a asma e exercitava-se somente de calção ao ar livre para melhorar a absorção de vitamina D e se curar do raquitismo. Aos 14 anos ele já possuía uma forma física digna para posar para gráficos anatômicos. Pelo fato de amar esquiar, musculação, ioga e artes marciais, essas atividades influenciaram na criação do método Pilates.

Em 1892 Pilates se mudou para a Inglaterra onde trabalhou como boxeador profissional, artista de circo, treinador de defesa pessoal da Scotland Yard.  No entanto, durante a Primeira Guerra Mundial, Pilates foi preso juntamente com outros alemães. A situação do campo de concentração era precária e ele pedia para que todos do seu pavilhão participassem da sua rotina diária de exercícios, inventados por ele mesmo, para proporcionar bem estar físico e mental. Alguns soldados alemães estavam muito fracos para saírem da cama, então Pilates aproveitou as molas das camas para fornecer resistência aos exercícios. Durante a guerra houve uma epidemia de gripe, em 1918, mas nenhum dos soldados sob os cuidados de Pilates morreu.

No entanto, durante a Primeira Guerra Mundial, Pilates foi preso juntamente com outros alemães. A situação do campo de concentração era precária e ele pedia para que todos do seu pavilhão participassem da sua rotina diária de exercícios, inventados por ele mesmo, para proporcionar bem estar físico e mental. Alguns soldados alemães estavam muito fracos para saírem da cama, então Pilates aproveitou as molas das camas para fornecer resistência aos exercícios. Durante a guerra houve uma epidemia de gripe, em 1918, mas nenhum dos soldados sob os cuidados de Pilates morreu.

Após a Guerra, Joseph Pilates voltou para Alemanha trabalhando na elaboração de exercícios físicos para especialistas de dança, treinou policiais e soldados. Mas pelo descontentamento com seu país, migrou para EUA e na viagem conheceu Clara, enfermeira, e sua futura esposa. O casal fundou seu primeiro Studio na cidade de Nova York, onde ensinaram e supervisionaram seus alunos até a década de 60.

O método que Pilates e Clara chamaram de Contrologia, incentiva a mente a controlar o músculo. Ele foca sua atenção nos músculos posturais básicos que ajudam a manter o equilíbrio do corpo e oferecendo suporte para a coluna. Em particular a técnica de Pilates ensina a consciência da respiração, o alinhamento da coluna e o profundo fortalecimento dos músculos abdominais. Pilates passou a acreditar que o estilo e hábitos modernos, como má postura e respiração ineficaz traziam doenças.

Diante de todos os benefícios, profissionais de dança, atores e famosos aderiram a prática em busca de fortalecimento e reabilitação.

Ele faleceu em 1967 aos 83 anos em Nova York. Ele manteve seu corpo em forma durante toda a vida e fotografias mostram sua excelente condição física.

Apesar de Joseph e Clara não terem tido filhos, o legado de Pilates foi preservado através do trabalho de seus discípulos. Ate que a ciência do exercício alcançasse o método de Pilates, nos anos 80 ele foi utilizado principalmente por bailarinos e atletas de elite. Agora o método Pilates esta popularizado, com seus benefícios de saúde e disciplina mental, sendo reconhecido mundialmente.